Vamos salvar o planeta porque é nele que vive o Arrascaeta

Vamos salvar o planeta porque é nele que vive o Arrascaeta

Rafinha e Arrascaeta: “Una amissade linda dêssas, bicho”

Numa semana que vivemos uma grave crise ambiental , o uruguaio Arrascaeta deu uma puta lição pro Brasil e pro mundo mostrando que a bicicleta não apenas pode ser sim um meio de transporte limpo e eficaz, mas também um gol tão maravilhoso que se tornou um dos poucos vídeos que eu não irei excluir após ter recebido em um grupo de whatsapp.

Assim foi Fla 3 a 0 contra o Ceará, num jogo que nos rendeu a liderança do Brasileiro e a esperança de que talvez Berrío possa ser uma opção real – já que teve participação nos 2 gols da partida – e que o estreante João Lucas simboliza junto com Rafinha uma espécie de pedido de desculpas ao torcedor que por um bom tempo teve que suportar a dupla Pará e Rodinei na lateral direita.

Embora Jesus tenha escalado um time misto, mais uma vez o Mister deu esperança ao rubro-negro desiludido com outros aspectos da sua vida pessoal e profissional: se depender dele, esse(a) pobre infeliz terá um entorpecente de 90 minutos que o(a) fará acreditar que a vida pode ser tão bela como a jogada ensaiada que gerou o gol do belo zagueiro Pablo Mari.

A gente até esperava que o Ceará fosse uma pedra na chuteira – e os donos da casa só não balançaram as redes por conta da sorte e do Diego Alves – mas apesar disso o que se viu no Castelão foi um Flamengo seguro, entrosado, com jogadas ensaiadas e muito participativo. E é claro que se estamos falando de gols, seria improvável que Gabigol também não tivesse deixado o dele – pra alegria daquele torcedor que faz cartazes com nomes de todos os jogadores do Flamengo, numa versão de cartão de motivação tamanho A2: Hoje tem gol de____(encontrado facilmente em outras versões a sua escolha: Hoje tem decepção de_______/ Hoje tem pisada de bola de _______/ Hoje tem imaturidade de__________) Após um passe primoroso de Berrío, o centroavante chutou forte e matou o goleiro do Ceará: Fla 2 a 0, e Gabigol artilheiro isolado com 12 gols.

Mas o melhor da noite tinha sido reservado para o prêmio Puskas e após cruzamento de Rafinha, Arrascaeta chegou de bicicleta ao gol do Diogo Silva, mas saiu mesmo foi nos braços da torcida. Fiquei até com medo do juiz acionar o VAR só pra rever o gol pela TV, mas nem tempo pra isso ele teve. Fim de jogo. Segue o líder.

Embora tenhamos os mesmos 33 pontos que o Santos, o nosso saldo de gols nos colocou na liderança e é isso que importa pra chegarmos na segunda botando a banca de líderes pra cima daquele tricolor que está na zona de rebaixamento. Vencido o desafio, agora é foco total na partida mais importante da equipe até agora que é o jogo de volta contra o Inter, na próxima quarta-feira, pelas quartas de final da Libertadores.

Leave a comment

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *